Saturday, May 27, 2006

Carta (Em Memória De Um Homem Único)

De tempos em tempos percebemos a importância de certas coisas!
Quando me deparei com uma situação única, percebi a força q tenho dentro de um universo criativo (fiquem tranquilos, não estou me vangloriando!)!
Leitores queridos, é muito complicado manter esse blog constante, escrever é uma tarefa massante, dolorosa, ou melhor, escrever apesar de gostoso, me sinto machucado. Melhor dizendo, escrever é como um exercício físico, vc tem de estar sempre praticando, é como tocar um instrumento, vc temde manter a técnica, se vc larga o instrumento por uma semana, ele te larga por um mês!
Escrever não é diferente, quero manter esse blog atualizado constantemente, mas não consigo, sinto bloqueios efervescentes dentro da minha mente. Não quero ser um escritor racional, quero sentir q posso estar batendo um papo com vcs!
Isso sim seria um desafio, isso sim seria uma forma gostosa de escrever, é como ler Bukowski, ele te dá a sensação de que estamos em um bar, tomando doses de conhaque(já q a temperatura no momento é fria) e comendo porções de polentas fritas(q delícia!) e divagando sobre vários assuntos (política, cinema, música, literatura, futebol, HQs e etc...).
Apenas digo isso, como um desabafo de q tenho meus bloqueios, no momento estou concentrado em escrever meu primeiro roteiro de verdade, seria uma homenagem a memória de meu avô materno, ele foi o grande responsável pelo meu amor aos gêneros de Western e Comédias Italianas, e pq não homenagear os gênios(tanto diretores, quanto atores) q fizeram muitos desses filmes de Westerns (Sergio Leone, Sam Peckimpah, John Ford "Meu avô amava esse cara", Clint Eastwood "O próprio Godard acha esse cara foda!", John Wayne, Fritz Lang, Nicholas Ray e etc...)!
Sinto não ter dado atenção à vcs, mas precisava me concentra em pelo menos ter um argumento, consegui e espero tb realizá-lo!
Não estou bom com as palavras nessa semana, deve ter sido minha alimentação nesses últimos dias (muito sanduíche, o tempo é necessário para se comer bem, mas prometo à meu organismo voltar a ficar saudável!), e o sono tb foi curto, mas é o excesso de trabalho no estúdio com o Seu Jorge q logo logo chega ao fim (discão saindo do forno - América Brasil- título provisório)!
Bom, estou um pouco melancólico sonhando com um único banho quente e minha cama única sem hora pra acorda!
Fico aqui, olhando as estrelas, enquanto não chamam pra alguma coisa...noite única!

Obs:Lembrar do meu avô me deixou um pouco quieto!
Obs2:Minha ispiração volta quando eu menos espero...ainda bem q vcs estão juntos comigo e me ajudam nesse ponto!

5 Comments:

Anonymous Sr. Brest said...

Tente suavizar as coisas!

30 May, 2006 07:05  
Blogger A única mulher said...

você é único.
e sim, a noite única...ficou olhando as estrelas só? alguém chamou?
a mim não. minha noite foi única.como sempre.
a única. e só.

sem contar as estrelas escondidas por este céu...sim, digamos, um pouco acinzentado.
menino único.
não suma.
me visite
seja único.
olhe.
sinta.
e não esqueça..ver as palavras em movimento vão te tirar desse silêncio.
ünico.ou não.
um beijo daqueles.
dessa vez... bem..
num único lugar

30 May, 2006 09:58  
Blogger A única mulher said...

um beijo único nesse sábado único!

03 June, 2006 10:03  
Blogger A única mulher said...

como 'achamos que descobrimos as pessoas?' e como 'não sei que pode ser?'Oh, único,cá estou.fugi pra ver o mar.fugi pra ver estrela em céu limpo.fugi pra um prazer,digamos assim, um clichê de prazer , o qual foi prazeroso de mais.risos,vinhos,filmes,livros,estrelas,céu,mar,sim,aquele mar, o mito do mar,o mar que não existe e continuamos falando que sim.Ele vai,ele volta,mas ele vai mais que volta.
pra onde olho?olho pra um além, pra longe, perdi meu foco por aí, não sei onde está ele. Aï está, com sinais de vida,o único, o único homem que aclama pela volta da única, a única pessoa que sim, a única pessoa que,pelo visto, sente falta de alguém. Oh, sentir falta de algúem sentimos todos, mas não falta única. SUmo? sumo sim, porque todos sumimos, colocamos nossas cabeças em buracos, cabeças em livros, em filmes, em água, e assim, somente assim volto diferente. Porque imaginar sempre? onde me levará a a imaginação? escrever sim, escrever a imaginação não é mais imaginação.
sem encheções. pra ti.não merece, nesse tempo frio, não precisa disso.
Não perca seu foco, continue observando.os cabelos estão mais secos, os olhos mais gelados, a pele, sim, se tocares a pele verá algumas rachaduras, a imperfeição no frio aparece, congelamos.no calor, derretemos.Não, quero endurecer.
quero-te em meus braços? eu quero.pra rir, pra entender, pra pensar, pra.
perdão porque sumo.calor?só o calor único.
um beijo da única, que pelo que escreves acha que descobriste. ensério? mas como sou?me conta, quem sou? conta que a única coisa que sei é que sou única.

07 June, 2006 07:56  
Blogger A única mulher said...

some pela noite.pelo dia.pela aurora.pelo dia novamente. ele some.
e não vem. não visita.não bate na porta.os beijos de boa noite?não durmo mais.único?único homem...onde andará?

um beijo
sem mais único.
um beijo apenas.e bons passeios noturnos.

10 June, 2006 21:38  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home